Feriados em Barueri

0

Como todos os municípios brasileiros, Barueri tem em seu calendário os feriados nacionais, estaduais e municipais. Veja a seguir a relação dos feriados comemorados n cidade:

  • Janeiro: 1° de Janeiro – Confraternização Universal
  • Fevereiro: o Carnaval, que geralmente cai em fevereiro, não é feriado em Barueri, sendo considerado ponto facultativo na segunda e terça de Carnaval;
  • Março: Sexta-Feira da Paixão (data religiosa que geralmente cai no mês de março);
  • Abril: 21 de abril, Dia de Tiradentes;
  • Maio: Corpus Christi (data religiosa que geralmente cai numa quinta-feira, no mês de maio);
  • Junho: 24 de junho, dia de São João Batista, padroeiro de Barueri;
  • Julho: 9 de julho, dia a Revolução Constitucionalista, feriado estadual;
  • Setembro: 7 de setembro, Independência do Brasil;
  • Outubro: 12 de outubro, Nossa Senhora Aparecida;
  • Novembro: 2 de novembro, Finados; 15 de novembro, Proclamação da República; e 20 de novembro, dia da Consciência Negra, feriado municipal;
  • Dezembro: 25 de dezembro, Natal.

feriado-barueri

publicidade:

Os feriados municipais de Barueri em 2016

De acordo com a legislação, todas as cidades têm direito a dois feriados comemorativos de suas datas importantes e, para Barueri, os feriados escolhidos foram o dia 24 de junho, dia de São João Batista, padroeiro, e 20 de novembro, dia da Consciência Negra.

O dia 21 de novembro, dia de Nossa Senhora da Escada, considerada também padroeira de Barueri, é considerado ponto facultativo nas repartições públicas.

publicidade:

O padroeiro (ou padroeira) de cada município geralmente é considerado feriado em virtude da tradição religiosa da população. Em Barueri, a tradição religiosa local escolheu dois santos representantes da cidade, e essa é uma história que teve início séculos atrás.

Na época do Brasil Colônia, quando se criavam aldeias pelo interior, os santos padroeiros eram escolhidos pelas regras da Companhia de Jesus, os jesuítas, que determinavam que as denominações das capelas, das vilas e dos povoados deveriam receber o nome do santo do dia em que se realizava a primeira missa no local.

Nossa Senhora da Escada foi a primeira padroeira, já que José de Anchieta rezou a primeira missa na capela em 21 de novembro de 1560, realizando todos os anos uma procissão em seu louvor e trazendo de Portugal a imagem da santa, que hoje é considerada patrimônio da cidade, tendo sido tombada.

O povoado consagrado a Nossa Senhora da Escada foi o centro de Barueri até meados do século XIX, quando outra igreja foi construída, consagrada a São João Batista. Em 1895, os moradores tornaram a procissão a este santo oficial, com diversos rituais, entre eles a lavagem da imagem, que se tornou uma tradição do dia 24 de junho.

A partir da instalação do município de Barueri, em 1949, os primeiros governantes elegeram São João Batista como padroeiro da cidade e, assim, o dia 24 de junho é a primeira data festiva a constar no calendários dos eventos de Barueri, que também comemora o dia 26 de março como data de emancipação, embora não seja feriado.

Com o crescimento do novo povoado, as festas em louvor a São João Batista se tornaram mais populares na cidade e Nossa Senhora da Escada foi oficializada como padroeira em 1967 e revogada anos depois, permanecendo São João. No entanto, uma lei de 2004 instituiu novamente Nossa Senhora da Escada como padroeira, comemorando o seu dia em 21 de novembro, considerado também ponto facultativo na cidade.

A devoção a Nossa Senhora da Escada em Barueri

Nossa Senhora da Escada começou a ser venerada com esse título ainda no século VII, mas foi somente no século XIV que ela entrou para o calendário religioso da Igreja no ocidente. Na Igreja do oriente, a festa é comemorada como Festa de Apresentação de Maria ao Templo.

De acordo com alguns evangelhos apócrifos, Maria foi apresentada com 3 anos no Templo de Jerusalém, como exigia a Lei Judaica e, ao subir, dançou na escada, manifestando sua alegria na presença de Deus.

Segundo a tradição, Maria ficou servindo no templo até a adolescência e esse título lhe foi dado em homenagem à dança na escada do templo.

publicidade:
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA